Processo nº 2005.001.14281 of Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, Quarta Camara Civel, August 02, 2005

Linked as:

Summary


Indenizacao. Danos materiais e moral. Deposito efetivado em caixa eletronico. Recibo que foi emitido pelo proprio atendimento eletronico. Valor nao creditado pelo Banco, sob a alegacao de que o envelope se encontrava vazio e foi disponibilizado ao cliente incolume. Sustentacao que nao restou comprovada. Instituicao financeira que nao juntou o aludido envelope, para fins de se perquirir quanto a sua violacao ou nao. Responsabilidade imputada que nao foi afastada. Dano material devido. Autor que recebeu cartas de cobrancas e teve cheques devolvidos sem provisao de fundos diante do saldo negativo existente em sua conta corrente por forca do deposito efetuado nao reconhecido pelo Banco. Dano moral que se mostra evidente. Instituicoes financeiras que devem melhor diligenciar suas operacoes, ainda mais quando se trata de deposito eletronico em caixa rapido, evitando causar prejuizos a seus clientes. Risco do prestador do servico. Falha no servico, na forma do C.D.C. Suplicante que nao teve o seu nome inserido nos setores restritivos de credito. Reducao do arbitramento da verba moral que se impoe. Principios da proporcionalidade e razoabilidade. Provimento parcial.

See the full content of this document

Extract


Processo nº 2005.001.14281 of Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, Quarta Camara Civel, August 02, 2005

Origem: NILOPOLIS 1 VARA CIVEL

Ação: RESPONSABILIDADE CIVIL

...

See the full content of this document


ver las páginas en versión mobile | web

ver las páginas en versión mobile | web

© Copyright 2014, vLex. All Rights Reserved.

Contents in vLex Brazil

Explore vLex

For Professionals

For Partners

Company