Política Industrial de Apoio ao Desenvolvimento da Indústria Brasileira de Semicondutores

Revista de Ciências da AdministraçãoNbr. 11-24, May 2009Artigos

Linked as:

Summary


A conquista da estabilidade macroeconômica tende a aumentar a discussão em torno de formas de intervenção nos planos microeconômico e setorial. A Política Industrial, Tecnológica e de Comércio Exterior (PITCE), lançada no início de 2004, sinalizou nessa direção, elegendo quatro setores considerados prioritários: fármacos, bens de capital, software e semicondutores. O presente artigo procura analisar a indústria de semicondutores nos contextos nacional e internacional e focaliza o papel da política industrial seletiva na dinamização de seu desenvolvimento. A partir da caracterização dessa indústria, é feito um benchmarking das políticas adotadas pela Coreia do Sul - país que apresentou, em certas fases de seu desenvolvimento industrial, características semelhantes ao brasileiro, mas que despontou como grande produtor e exportador de tecnologia de ponta. O texto indica que as políticas orientadas ao desenvolvimento da indústria de semicondutores, na PITCE, geram condições para a maturidade do setor. Contudo, essa maturidade enfatiza a fase de "imitação" (ligada ao processo de engenharia reversa) e de internalização (por meio do incremento dos processos de aprendizado e produção interna), mas pouca ênfase seria alcançada na fase de criação (obtenção de tecnologia própria) e de desenvolvimento de tecnologia nacional. Com esses percalços, em 2008, o governo atrelou o padrão da TV Digital (High Definition TV - HDT) à construção de uma fábrica de semicondutores no Brasil, buscando uma saída para implantar tal indústria por uma empresa transnacional.
Palavras-chave: Política Industrial. Tecnologia, Complexo Eletrônico. Semicondutores, PITCE.

See the full content of this document

Extract


Política Industrial de Apoio ao Desenvolvimento da Indústria Brasileira de Semicondutores

See the full content of this document


ver las páginas en versión mobile | web

ver las páginas en versión mobile | web

© Copyright 2014, vLex. All Rights Reserved.

Contents in vLex Brazil

Explore vLex

For Professionals

For Partners

Company